. . .

No lie.

Sem comentários: